segunda-feira, 10 de maio de 2021

DICA DO DIA - Deixe a ideia fermentar

 

Esse é outro aspecto da escrita que eu não consigo viver sem: Precisamos dar tempo para a ideia fermentar. Depois da pesquisa e do planejamento e da história ou do capítulo estar pronto, o próximo passo é deixar o texto descansar. 

Tenho notado nos últimos tempos que escrever um capítulo após o outro não está mais me satisfazendo. Tenho escrito uma coisa aqui e outra ali, e tenho me esquecido desse texto até a próxima semana ou o próximo mês. Pensei que isso se chamasse bloqueio criativo, mas quando olho novamente esse texto… é como se minha mente implodisse e me fizesse pensar sobre esse texto de forma diferente e mais criativa que anteriormente, me ajudando a criar as próximas cenas; cenas que eu nem sabia que minha história precisava.

Enfim, o que eu quis dizer com tudo isso? É bem simples, na verdade. Nossa mente trabalha de forma engraçada quando estamos adquirindo novas informações; vemos uma informação em um momento, mas vai ser só mais tarde que nosso cérebro irá entender verdadeiramente essa informação. O mesmo acontece com uma história que acabamos de redigir. É um processo que leva tempo e paciência, como qualquer outra coisa na vida. Se você quiser aprender uma nova língua não será do dia para a noite, certo? Então, não espere que sua história fique perfeita depois de um dia também. E esse é o principal motivo de eu demorar a começar a escrever uma história, mesmo quando eu já tenho ela toda planejada.

Sim, eu sei, é um processo lento, mas é o mais seguro e mais indicado. Eu gosto de sentar no silêncio do meu quarto e deixar que os pensamentos sobre a história voem livres. Eu me concentro em cenas específicas e nos detalhes dela, eu gosto quando as coisas se tornam mais fáceis e fluidas sem eu precisar me forçar a escrever; vou saber exatamente qual é o papel de cada elemento naquela cena e o quando de diálogo, descrição e narração ela precisa.

Se tem uma coisa que eu aprendi nesses últimos anos é que ser apressado sempre destrói as histórias. Nunca escreva algo logo de cara quando aquela nova ideia aparecer. Você pode anotá-la e escrever os detalhes sobre ela, mas não escreva achando que é sua cena final. Esse foi o motivo para eu parar de escrever a série ‘Deveria’, não sei se alguém ainda se lembra dela, mas ela era meu bebê e por causa de uma cena mal pensada e mal visualizada eu acabei estragando tudo e até hoje eu tenho dificuldade em olhar para a terceira parte daquela história.

0 Comments:

Postar um comentário